Início Saúde Exercício 5 Dicas para perder a gordura abdominal

5 Dicas para perder a gordura abdominal

103
Dicas de como perder gordura abdominal

Você sabia que a gordura abdominal é indícios de uma série de problemas que pode estar acontecendo com você?

E essa gordura acumulada na região do abdômen também abre um leque possibilidades de doenças que podem vir desenvolver em seu corpo, por isso, é tão importante combate-la.

Veja, não é apenas questão de estética, mas sim de saúde!

Os médicos sempre alertam sobre a importância de tirar sua medida abdominal com frequência, pois é uma forma de você não perder o controle e também agir contra ela o mais rápido possível.

Para homens, o ideal é que não ultrapasse 102 centímetros de circunferência da cintura.

Em mulheres, essa medida deve ser no máximo de 89 centímetros de circunferência abdominal.

Quais tipos de gordura abdominal

Quais os riscos de ter gordura abdominal?

O excesso de gordura acumulada nesta região aumenta o risco de você desenvolver: Diabetes tipo 2, pressão alta, colesterol alterado, doenças cardíacas, asma, Alzheimer e outros tipos de demência, acidente vascular encefálico, alguns tipos de câncer, morte súbita, etc.

Quais os tipos de gordura abdominal?

Existem dois tipos de gordura abdominal, aquela mais superficial que chamamos de subcutânea.

Essa fica abaixo da pele, é utilizada como fonte de energia fisiológica, protege nossos órgãos, é um isolante térmico para nosso corpo e normalmente após uma dieta para perder o máximo dela possível, se ainda ficar um pouco, você pode fazer a retirada com auxílio de procedimentos e cirurgias estéticas.

E aquela que cresce e fica entre os órgãos, como fígado, pâncreas e intestino, na qual chamamos de gordura visceral e é essa a mais prejudicial à saúde, porém essa é mais fácil de se livrar dela.

Esse tipo de gordura acumulada entre os órgãos é mais ativa metabolicamente falando se comparado com a gordura subcutânea.

Quando você engorda essa gordura visceral é a que se acumula primeiramente, porém se você perde gordura, ela também será a primeira a ir embora e a subcutânea é a mais trabalhosa de se dar fim nela, contudo pode ser retirada em procedimentos estéticos.

Mas saiba também, que uma lipoaspiração pode piorar ainda mais sua gordura visceral se você não praticar uma atividade física regularmente após a cirurgia, pois como não há mais tantas células de gordura de forma subcutânea, o excesso da alimentação será armazenado diretamente na gordura visceral.

Então, vamos ver algumas dicas para ajudar você a diminuir essa gordura abdominal e consequentemente te fará viver melhor.

Melhore sua ingestão de água

1) Melhore sua ingestão de água:

A água é a base fundamental para saúde e bom funcionamento de todo nosso organismo. Então, você deve aumentar sua ingestão de água!!!

Eu disse água e não refri e nem suco outro tipo de bebida. O chá pode ser contabilizado na ingestão de água (porém sem açúcar).

Para saber a quantidade ideal que deve consumir, saiba que é 35ml X Kg de peso. Então, se você pesa 70kg, você fará a seguinte conta: 35×70= 2.450 (então deve consumir no mínimo 2 litros e 450 ml de água/dia).

2) Dê preferência a alimentos saudáveis.

A alimentação saudável é o primeiro passo que você deve se preocupar em melhorar em sua vida.

Então, vamos falar dos alimentos que devem fazer parte de sua dieta e que lhe auxiliaram na perda de gordura abdominal.

  • Abuse de vegetais (legumes e verduras):
    Os vegetais são essenciais para a saúde, são nutritivos e nos proporciona uma excelente fonte de fibra, o que é bom para redução do colesterol, saciedade e digestão.

    Incluir vegetais em suas refeições fará com que diminua a vontade de você comer besteira durante o dia. 

    Eles são ricos em clorofila, fibras, luteína, vitaminas A, B5, B9, B12, C e K, além de minerais como cálcio, ferro, potássio e magnésio. Todos esses elementos são boas fontes de energia, agem como desintoxicante no organismo, alcalinizam e fortalecem o sangue e também previnem a ação dos radicais livres.
  • Inclua fibras em sua alimentação:
    As fibras contêm poucas calorias, prolonga a sensação de saciedade, diminui a absorção de açúcares, gorduras e colesterol do organismo, elas retardam a velocidade da digestão de carboidratos, tornando a absorção da glicose mais lenta pelo sangue e, com isso, reduz os picos de insulina.

    As fibras são excelentes para saúde do intestino, elas alimentam as bactérias benéficas que vivem nele.

    Lembrando sempre que o intestino é que é responsável pela produção de anticorpos e protege nosso corpo de infecções.
  • Consuma gorduras boas:
    Sim, existe gordura boa!!!

E o consumo das gorduras insaturadas que são consideradas boas é importante porque, além de reduzir o colesterol total, o LDL (colesterol ruim) e os triglicerídeos, também ajuda a manter o HDL (colesterol bom) elevado.

As gorduras insaturadas, consideradas boas são encontradas no ovo, salmão, no abacate, no azeite de oliva, em semente de girassol, linhaça, gergelim e chia, amendoim, nozes, amêndoas e castanha-de-caju, entre outros.

Os benefícios das gorduras boas em nosso organismo, são: Ajuda no emagrecimento; melhora a circulação do sangue; age como antioxidante no organismo; favorecer o relaxamento dos vasos sanguíneos, ajudando a reduzir a pressão arterial; previne doenças do coração; melhorar a saúde do cérebro e a memória; fortalece o sistema imunológico.

Mas atenção: apesar de ser uma gordura boa, ela deve ser consumida com moderação, pois possui muitas calorias.

  • Coma proteína:
    É importante incluir proteína em suas refeições, pois ela tem o efeito termogênico, que faz acelerar o metabolismo. Isso porque, nosso organismo tem 30% a mais de dificuldade para digerir as proteínas do que processar gorduras e carboidratos. E isso faz acelerar a queima das gordurinhas estocadas.

As proteínas são nutrientes essenciais para a manutenção e aumento da massa muscular, lembrando também que quanto maior a quantidade de massa muscular, mais seu metabolismo será acelerado.

Além disso, a proteína auxilia em funções neurológicas e na reparação dos tecidos, estando presente em todas as células do nosso corpo.

As proteínas estão presentes principalmente em alimentos de origem animal, como ovos, carne vermelha, frango, peixe. Mas são encontradas também em vegetais como feijão, grão de bico, lentilha, ervilhas, semente de chia, etc.

Faça exercício físico

3) Faça exercício físico.

Para perder gordura abdominal a atividade física deve andar de mãos dadas, lado a lado com sua dieta.

Os exercícios são fundamentais no processo de eliminação de gordura visceral, para que essa gordura seja eliminada efetivamente, combine exercícios cardiovasculares (aeróbicos) com a musculação.

Essa combinação otimizará seus resultados, acelerará seu metabolismo, potencializará seu gasto calórico, te dará mais condicionamento físico, promoverá mais saúde cardiovascular, além de aumentar sua massa muscular.

No treino de musculação você deve aumentar o peso trabalhado gradualmente, sempre com orientação de um profissional da área.

E no aeróbico você pode escolher qual mais te agrada como: praticar corrida, ciclismo, pular corda, fazer um HIIT (treino intervalado de alta intensidade), crossfit, circuitos funcionais ou até mesmo uma caminha rápida, mas deve ser bem feito, também dando seu máximo e com orientação de um educador físico para você não se machucar.

Atenção ao seu sono

4) Atenção ao seu sono.

Há aqueles que amam dormir e há também quem não gosta, pois acha que perde tempo. Mas saiba que o sono apresenta várias funções e é crucial para manter o organismo funcionando corretamente.

Enquanto dormimos nosso corpo trabalha para manter o equilíbrio do sistema metabólico, endócrino, imunológico, neurológico.

Durante o sono, acontece as principais funções restauradoras do corpo, como o reparo dos tecidos, o crescimento muscular e a síntese de proteínas.

Dormir bem tem grande relevância em nosso humor, pois um sono de má qualidade gera irritabilidade e estresse.

Dormir bem também tem efeitos para combater a obesidade, pois durante o sono, nosso corpo produz o hormônio chamado leptina, que é responsável pela sensação de saciedade.

Viu só, porque o sono é tão importante para nossa saúde?

Lembrando sempre que não é apenas maior quantidade de horas dormidas e sim qualidade de sono.

Cuidado  com certos tipos de alimento

5) Cuidado com certos tipos de alimento.

Retire totalmente ou pelo menos diminua o consumo de açúcar, doces, industrializados, farinhas brancas, frituras, refrigerantes e bebidas alcoólicas.

  • Açúcar:
    O açúcar é a forma mais rápida de fornecer glicose para o corpo, e a glicose tem grande importância para nosso organismo, na falta dela podemos ter quadro de hipoglicemia (sentindo dor de cabeça e os olhos começam ficar vertiginosos).

    Mas saiba que você pode retirá-lo totalmente de sua vida sem medo algum, pois há outras de consumir essa glicose de forma mais inteligente e saudável, incluindo em sua dieta o consumo de frutas e com moderação.
  • Doces:
    Muitas pessoas dizem: eu não consumo açúcar, eu utilizo adoçante. Elas se esquecem que o açúcar está presente em 99% dos doces que carregam o açúcar de forma escondida, as pessoas se esquecem que para preparo (bolos, tortas, sorvetes, pudim, paçoca, bolachas, etc.), utiliza-se esse ingrediente.

    Eu sei que é quase irresistível ver um bolo e não comer nem que seja uma fatia
    Mas muito cuidado!!! O problema está sempre na quantidade que adquirimos, por exemplo, você come brincando em menos de 5 minutos um pacote de bala de goma, esse pacotinho terá mais de 500kcal.

    Em sua tabela nutricional você poderá até ver a informação com menos kcal, como por exemplo 196kcal, mas atente-se em ler corretamente os rótulos dos alimentos, pois lá no cantinho estará escrito bem pequenininho (porção de 4 unidades).

    E como esses alimentos nos proporciona um prazer imediato, fazemos o consumo de forma demasiada de muitas Kcal (quantidade de carboidratos e açucares), muito acima do ideal para nosso corpo.
  •   Industrializados:
    Retire os industrializados de sua vida, são alimentos “pobres” de nutrientes, são muito calóricos e com pouco ou nada de nutrientes. Possui grandes quantidades de sal, gordura e açúcar.

    Para realçar o sabor e fazer esses alimentos durarem anos nas prateleiras os fabricantes utilizam muito conservantes, corantes, espessantes, aromatizantes, adoçantes, emulsificantes e acidulantes.

    Esses aditivos químicos aumentam a inflamação de seu organismo como um todo, podendo também causar problemas gástricos, respiratórios, alergias, aumento do colesterol e até problemas cardiovasculares.
  • Farinha Branca:
    Opte sempre pelas farinhas integrais que normalmente são as mais escuras. A farinha para ficar branquinha passa por muitos processos de refinamento, com isso perde seus nutrientes.

    A farinha integral possui uma quantidade muito superior de nutrientes como: vitaminas B1 e B6, fibras, proteínas e minerais (magnésio, zinco e selênio).

    Temos no mercado uma infinidade de farelos integrais: farinha trigo integral, farinha de aveia, farinha de amaranto, farinha de ervilha, farinha de lentilha, farinha de arroz integral, farinha de grão de bico, etc.
  • Fritura:
    Durante o processo de fritura os alimentos perdem seus nutrientes. A fritura provoca alterações químicas no óleo, deixando de ser uma fonte de gordura insaturada e tornando-o uma gordura saturada, totalmente maléfica para nosso corpo.

    O consumo regular de fritura aumenta os riscos de doenças cardiovasculares, câncer, alterações no colesterol (pois, aumenta o colesterol ruim e diminui o colesterol bom), além de alterar a qualidade do fígado, cabelo, pele e unhas.
  • Refrigerante:
    Você sabia que uma latinha de refri tem cerca de 10 colheres cheia de sopa de açúcar? Sim, e você toma tranquilamente mais de uma lata quando está em uma mesa de restaurante almoçando ou jantando.

    O refrigerante também é um alimento considerado “pobre de nutrientes”, ou seja, ele não agrega em nada em sua saúde.

    O consumo diário de refrigerante causa o enfraquecimento dos ossos e dentes, pois na maioria dos refrigerantes contém uma alta quantidade de ácido fosfórico que impede o organismo de absorver o cálcio necessário para fortalecer os ossos.

    Então, pessoas que bebem refrigerantes regularmente tendem a desenvolver problemas como cáries e/ou osteoporose. Esta quantidade elevada de ácido fosfórico também aumenta os riscos de você ter pedras nos rins (cálculos renais).

    O refrigerante pode também causar pressão alta, devido ao elevado teor de sódio e cafeína, além de alterações no cérebro e até mesmo contribuir para desenvolvimento de um câncer.
  • Bebida Alcoólica:
    Você sabia que o álcool é tóxico ao organismo humano?

    Pois é, por isso ele deve ser evitado. O consumo rotineiro de bebidas com álcool pode provocar diversas doenças, como: problemas hepáticos como cirrose (que atacam seu fígado), doenças mentais, cardiovasculares, AVC, contribui para surgimento de diversos tipos de câncer.

    O álcool intoxica o organismo e em casos de alcoolismo leve a moderado pode levar de 5 a 7 dias para desaparecer totalmente de seu organismo e para casos de alcoolismo grave é possível detectar o álcool por até 90 dias no organismo da pessoa, através de testes realizados com folículos capilares.

    Bem, agora você sabe quais os alimentos devem ser evitados e se possível retirados totalmente de sua vida.

Viu só que não existe mágica, é tudo um processo que deve ser alinhado com seu estilo de vida para você perder gordura abdominal.

Infelizmente, não é possível perder apenas a gordura da região do abdômen, quando você perde gordura, você perde ela de forma geral em seu corpo e não é possível definir ou sinalizar para corpo que tem que ser apenas de um local.

A perda de gordura abdominal além de melhorar sua saúde, lhe deixará também satisfeito com seu corpo.

Gostou desse post? As informações dele foram claras para você?

Se sim, deixe seu comentário e também o compartilhe com quem precisa saber dessas informações, saiba que compartilhando informações de qualidade, você pode ajudar as pessoas a melhorarem sua qualidade de vida.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui